terça-feira, 16 de janeiro de 2007

Sopa de abóbora com carnes





Esta sopa é por si só, uma refeição completa. É uma tradição em casa da minha mãe e agora também na minha. É costume utilizar feijão verde partido à mão, (cada vez que cortamos um alimento com lâmina de inox, estamos dar uma facada no alimento e outra nos nutrientes), mas neste caso foi mesmo com ervilhas, o que havia disponível.

Como é que se faz as coisas:
Numa panela com água, sal, uma cebola inteira, um tomate maduro e 2 cubos de caldo de galinha, coze um chouriço, um negro, um pedaço de aba de vaca, 2 ou 3 rodelas de chispe e um pouco de toucinho salgado de véspera. Deixa cozer bem as carnes, de preferência numa panela de pressão pelo que 40 minutos de fervura são suficientes.
Depois disto, retira as carnes e reserva-as num tacho tapado. Acrescenta ao caldo, cortados em pedaços, ½ kg de abóbora, 2 batatas, 1cenoura e 1 nabo. Depois de cozidos os legumes, tritura-os com a varinha mágica para obteres um caldo mais homogéneo. Corta as carnes e os enchidos em pedaços e espeta com eles na panela, juntamente com umas ervilhitas e uma massinha. Verifica o sal e deixa cozer a massa.
Acompanha com pão caseiro e bom vinho tinto.

Não digas que não te avisei:
Para não correres o risco de ficares com o caldo muito espesso, retira os legumes com uma concha para outro recipiente e tritura-os à parte. Depois, volta a incluir esse creme na sopa aos poucos até obteres a consistência desejada. Esta sopa não deve ter a transparência de uma canja nem a densidade de um creme de legumes.

2 comentários:

Vera disse...

Que tentação! Faz-me lembrar uma sopa que a minha avó fazia (:) ainda em lume de lenha, mas que ninguem consegue reporoduzir fielmente.

Laranja com Canela disse...

Que bom aspecto. Deve ser uma delícia.

Related Posts with Thumbnails